O que é massagem ?

o que e massagem

A palavra massagem deriva do termo francês “masser” que significa amassar.

Diz-se que a massagem é praticada no Médio e Extremo Oriente há pelo menos 5.000 anos. Hipócrates, o “pai da medicina”, escreveu no séc. V a.c. que “para se gozar de boa saúde, é preciso tomar um banho perfumado e fazer uma massagem com óleos todos os dias.”

A massagem não deve, contudo, ser encarada como um tratamento, por si só, mas sim como uma arte de terapia complementar.

A massagem:

– NÃO é um sistema completo de tratamento, pois estes constituem formas de terapia mais desenvolvidas, incorporando teorias acerca das doenças, métodos de diagnóstico e de investigação de problemas. A massagem pode ser, no entanto, utilizada como uma das técnicas complementares ao sistema, ainda que enquadrada no próprio sistema completo de tratamento. São os casos da Osteopatia, da Quiroprática ou do Ayurvedismo, onde a prática da massagem se reveste de uma enorme importância.

– NÃO é uma técnica de diagnóstico, pois estas pretendem detectar/despistar doenças ou outras disfunções psicossomáticas. A massagem pode ser, no entanto, utilizada como uma das técnicas complementares ao diagnóstico, funcionando assim como um catalizador para o bem estar geral do paciente. Incluem-se aqui os casos da Cinesiologia, do Iridologia ou da Auraterapia.

– É uma terapia complementar, pois não se propõe formular qualquer teoria ou diagnosticar o estado do paciente. Pretende simplesmente contribuir para a melhoria do estado geral de saúde do paciente, actuando como complemento às formas de tratamento convencionais e nunca como substituto. Incluem-se aqui, apenas como exemplo, os casos da Reflexoterapia, da Aromaterapia ou da Hidroterapia.

Uma massagem designada de “clássica” inclui 4 manipulações básicas:

Deslizamento (movimentos lentos e ritmados)
Fricção ou Pressão (movimentos pequenos e circulares)
Batimento / Percussão (movimentos curtos, rápidos e ritmados)
Amassamento (agarrar e amassar os músculos uns contra os outros)

Para além destas quatro manipulações básicas, ainda podemos encontrar outras formas de manipulação e alguns tipos de massagens que submetam o corpo à vibração.

A massagem é uma arte milenar de cura e auto-cura e tudo deve ter começado com as mãos, pois é com as mãos que naturalmente se alivia uma dor, pela fricção da zona dorida. Mas hoje em dia já existem outras formas de massajar o corpo sem ser exclusivamente com as mãos; a tecnologia já proporciona muitos instrumentos mecânicos / eléctricos de massagem.

Sendo uma arte tão antiga, não é de estranhar que possam existir várias Escolas e Estilos espalhados um pouco por todo o Mundo. Podemos, assim, perceber o porquê de existirem terapias de massagem tão diferentes umas das outras, apesar de algumas serem também muito semelhantes entre si.

Não devemos esquecer que a massagem é uma importante troca energética entre os massagistas e os pacientes, estimulando uma comunicação profunda baseada no equilíbrio e na harmonia, sendo muito mais que apenas uma série de movimentos sequenciais e ritmados.

Leave a Comment

(2 Comments)

  • Como uma massagista deve fazer uma massagem – Massagem

    […] massagista não conseguiu detectar qual o verdadeiro problema da pessoa e tenta conseguir com a massagem aquilo que ele não consegue fazer, para não passar a imagem de desconhecimento ou […]

  • Massagem Tantrica – Massagem

    […] Uma vez que a preparação foi feita e o ambiente ficou harmonioso, calmo e confortável, a pessoa que for receber a massagem deve estar deitada (o) de bruços na superfície preparada, deitado (a) com os braços em uma leve forma de V longe do corpo, com as pernas ligeiramente espalhadas em forma de V também, dessa forma você pode posicionar esses membros criando uma conexão mais íntima. Agora você vai se concentrar em sua respiração, concentrando-se em manter sua respiração em sincronia com a aplicação da massagem. […]

  • O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *